Procurar
Procurar

Home office chega para ficar, mas exige mais planejamento e organização

A chegada da pandemia do Coronavírus provocou mudanças em várias esferas da sociedade. Aulas presenciais foram suspensas e deram espaço ao ensino a distância (EAD), encontros presenciais calorosos com amigos e familiares foram substituídos por reuniões virtuais em telas de computadores e celulares, e as chamadas “lives” se tornaram ferramentas importantes para o entretenimento no lugar dos shows ao vivo. Mas não foi apenas a esfera social que passou por mudanças. Escritórios de empresas de diversos segmentos tiveram de mudar a dinâmica das atividades internas para conter a disseminação do vírus entre seus colaboradores e, para isso, adotaram um novo modelo de trabalho: home office.

Trabalhar em casa tem se tornado uma rotina para muitos profissionais de diversos ramos do mercado de trabalho. O cenário atual tem revelado que muitas pessoas migraram para este modelo. Segundo uma pesquisa realizada pelo Instituto DataSenado, pelo menos 66% dos trabalhadores alegaram estar trabalhando no regime de teletrabalho em razão do isolamento social causado pela pandemia do Coronavírus. A pesquisa também apontou que mais da metade (60%) dos trabalhadores que estão ou já estiveram em trabalho remoto indicou que, quando iniciou o teletrabalho, a empresa ou organização empregadora não tinha essa modalidade de trabalho implantada. 

Diferente do modelo de trabalho tradicional, no home office os colaboradores possuem mais liberdade e até mais conforto por estarem em suas residências, mas a disciplina e a seriedade devem se manter. Não importa se as atividades serão desempenhadas em um café, espaços de coworking ou na própria casa, o profissional precisa ter, em sua rotina, um “autocontrole”. Ele passa a ser dono do tempo e da produção e dos prazos combinados junto às empresas que recebem seus materiais. 

Home Office e Produtividade

Em tempos em que as pessoas conseguem organizar seu tempo de trabalho e construir jornadas que atendam seus clientes e fornecedores sem prejuízo, o trabalho no home office tem ganhado espaço em vários segmentos. Referência no segmento de tecnologia em Jundiaí, a empresa Satellitus Tecnologia, visando a saúde de seus funcionários, adotou o regime de teletrabalho em março de 2020, mês em que foi decretada a pandemia de Coronavírus no mundo pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Um ano após a mudança, os colaboradores seguem trabalhando home office, ficando restrita apenas a permanência de algumas pessoas na sede da empresa para recepção de novos colaboradores, seguindo todos os protocolos de segurança.

Novidade para todos, o novo regime de trabalho pegou os colaboradores de surpresa, mas em pouco tempo acabou sendo aceito. Front-end Developer na Satellitus, Leonardo Piusi, explica que nunca havia trabalhado de forma remota antes, mas que ficou bem empolgado quando soube da notícia. Ele conta que a empresa realizou todo um processo de readequação para aderir de vez ao home office durante a pandemia da Covid-19. “No início, como era algo novo e ainda estávamos nos acostumando, foi mais difícil principalmente na parte de comunicação. Mas a Satellitus fez de tudo para melhorar esse cenário, investiu em novos canais de comunicação e ferramentas e implantou a gestão 3.0, que uniu tudo isso e deixou o ambiente de trabalho muito mais acolhedor e acessível”, conta Piusi.

Leonardo Piusi, Front-end Developer na Satellitus Tecnologia, afirma que sentiu melhoria em sua produtividade durante o home office (Foto: Acervo/Satellitus Tecnologia)

Quando se fala em home office muitas pessoas associam esse sistema de trabalho a queda de produtividade dos funcionários, razão essa que faz com que muitas organizações desistam de implantá-lo em seus ambientes de trabalho. Mas para Leonardo Piusi a história é diferente. Piusi, assim como os 41% dos entrevistados pelo Instituto DataSenado, afirma que durante esse um ano trabalhando de casa sua produtividade tem aumentado. “Tive algumas dificuldades, que foram melhorando no decorrer dos dias, e passei a me organizar melhor. Mas hoje em dia consigo produzir muito mais do que produzia presencialmente”, diz ele.

A receita para se ter produtividade? Muita organização e disciplina.

“Não tenho uma rotina específica, mas me organizo bastante. Anoto todas as tarefas que tenho que desempenhar no dia e tento dividir em períodos (manhã e tarde). No final do dia, escrevo um mini-relatório de tudo que fiz pra mim mesmo, assim identifico o que falta fazer e traço prioridades para o dia seguinte” afirma.

Leonardo Piusi

Além de sentir uma melhora em sua produtividade no trabalho, ele ainda ressalta que consegue gerir melhor seu tempo, já que não precisa mais se deslocar até o trabalho, e, consequentemente, consegue dedicar mais tempo a si mesmo, aos estudos e a família. 

Faça da sua casa o seu escritório

Não é de sombra e água fresca que vive um colaborador em home office. Em outras palavras, trabalhar e produzir em casa não é uma tarefa desorganizada e sem um caminho definido, pois exige um fator de autonomia e responsabilidade que esteja de acordo com as políticas da empresa ou cliente para quem se trabalha. É preciso definir limites para não misturar lazer e responsabilidades. Se você está começando agora em uma empresa em regime de teletrabalho essas dicas serão fundamentais para você!

  • Tenha uma estação de trabalho bem definida: Ter um espaço organizado onde você possa focar ou uma estação de trabalho definida ajudará você na concentração e pode trazer a sensação de profissionalismo. Nada de trabalhar na cama.
  • Arrume-se normalmente para o trabalho: Não é bom misturar funções de trabalho com seu espaço de descanso. Quando você se levanta de manhã e se arruma para trabalhar, o cérebro vira a chave e entende mais rápido que é o momento de ser produtivo. 
  • Estabeleça prazos e tarefas: Mantenha o foco e a organização. Se você se dispõe a estar presente para o trabalho das 8h às 18h e se sabe exatamente quando tem que entregar cada uma de suas demandas, consegue focar melhor nas atividades e, o que também é muito importante, saber a hora de se desligar.
  • Mantenha contato com a equipe – Mesmo longe não deixe de dar informações a respeito do andamento das tarefas. Sempre há algo a ser conversado e informado. Troque Ideias com quem trabalha com você e fique atento às reuniões virtuais. 

Essas dicas são, na verdade, habilidades e competências para os trabalhadores que, de casa, devem seguir essas orientações para um trabalho mais efetivo e sem muitos desvios. Na verdade não há um guia ou um caminho correto a ser seguido. Cada profissional se adequa de uma determinada maneir

Comente!

Menu